Diversificar a sua carteira de investimento

07-11-2016

  Uma das regras de ouro do investimento é a diversificação do risco da carteira. O capital deve estar dividido em vários investimentos, de preferência em setores diversificados e com riscos variados.

  Há muitos investidores que interpretam erradamente o conceito de diversificação. Torna-se mais dificil controlar ou acompanhar o desempenho de uma carteira composta por uma centena de investimentos, quando se acredita que diversificar é possuir diversos ativos e de diversas categorias. Deve-se procurar constituir a sua carteira com poucos ativos, mas com boas perspetivas de evolução. (Keep it simple).

  Se o capital inicial para investir não é muito elevado, devemos começar com um ativo, e à medida que vamos obtendo ganhos, vamos retirando o dinheiro do primeiro para investir noutros ativos, diversificando assim o risco da nossa carteira de investimento.

  Ideal é fazer uma alocação eficiente do seu dinheiro numa quantidade menor de produtos financeiros, exemplificando:

 - produtos sem risco (depósitos a prazo, certificados de aforro, seguros de capitalização...);

  - risco moderado (fundos de investimento e obrigações...);

  - risco elevado (ações, derivados).